segunda-feira, 24 de julho de 2017

desde que você se foi
eu acho que eu me fui também

estranho a falta de nós dois
o tempo fica pra depois
eu olho teu rosto
que louco
não vejo ninguém

eu já me destruí nove antes de
você chegar aqui

eu já me construí
mais de um tempo
mais de um momento
eu já fui e já parti
antes da pardi chegar aqui

moldei três mundo e pus fim a
três meses de ditadura
antes mesmo de você
me dizer o que era
que queria dizer
quando chegasse
pra eu te ver


já dobrei dois oceanos no braço
e traguei todas as nuvens do céu
pensando
tudo na urgência
do agora
antes
de
você
che
ga
r

já consultei meus guias
meu incenso
tudo
antes
de
você
falar

e agora sobra um eu, já amaciado pela dor da surra, que nem lágrima tem mais pra chorar. Foi tudo antes, foi tudo pra dentro. Não sobra nada. Me acabei pra ninguém acabar comigo. Me fiz tapete e pisei nem saber por quem batia.
estou aprendendo a ser velho
e sem espelho
escrevo de vermelho
meu evangelho

domingo, 16 de julho de 2017

na minha vida
ainda não descobri
a rota certa
nem o caminho mais curto 
a saída 
ainda não vi 
a porta tá aberta 
e eu me curvo 
ansiando o futuro 

quarta-feira, 12 de julho de 2017

o futuro é antiontem
dinstante
alô? oi você tá me ouvindo? alô? a história se repetiu tá ouvindo? tudo aquilo que sempre foi escancarado tornou tolerável. você tem certeza de que está acordado? digo enquanto está do outro lado da tela sente que está no controle da sua vida? pense você tá ouvido? alô? pedaços de papéis controlam sua vida. e agora esses papéis vão começar a te rasgar. vc sabe que tá tudo bem? não você nem sabe o que pode acontecer porque é sim exatamente. porque é escancarado demais. concordo sim. até quando eles decidem sua vida? quando vem o despertar? você está acordado? alô?